Eu dirigia normalmente sem medo.  Após a doença do meu filho parei de dirigir. Comecei a ficar com muito medo. Depois de tantos anos procurei a Psicotran, fiz o tratamento e hoje estou dirigindo, feliz e sem medo. Me sinto realizada. Agradeço muito as psicólogas Sagry e Salete e a Psicotran pelo apoio que me deram.

Catarina Boscardin, 69 anos, costureira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *