Manter os pneus bem calibrados é fundamental para garantir a segurança dos passageiros e aumentar a vida útil da peça. Mas será que você está fazendo a calibragem da forma adequada?

Um dos principais erros que as pessoas cometem é comparar a calibragem do seu carro com a de outros veículos ou acreditar que existe um padrão de calibragem. Cada veículo tem uma necessidade diferente que varia de com o modelo de pneu escolhido pela montadora.

Em alguns veículos, por exemplo, é preciso colocar mais pressão quando o número de ocupantes é maior. Isso traria maior estabilidade, principalmente na hora de pegar a estrada, mas não é uma regra.

Para nunca mais errar, fique de olho nas informações do fabricante, que vêm no manual do usuário e também costuma estar na parte interna da porta do motorista.

informacao-pneu

175/65R15 84T é o modelo do pneu. No Brasil, usamos a unidade de medida PSI (libras por polegada quadrada absoluta, em tradução livre). O selo indica que as rodas dianteiras ser calibradas para rodar com 32 psi e as traseiras com 30 psi.

Como calibrar o pneu do carro

Apesar de cada carro ter uma necessidade diferente, algumas recomendações são gerais.

Verifique a calibragem uma vez por semana. Fazer esta vistoria no posto não custa nada e garante maior segurança. Se o seu carro roda pouco, vale dar checar sempre que tirá-lo da garagem, afinal, pneu parado também murcha.

Sempre calibre com o carro frio. Quando quiser calibrar, pare nos posto poucos minutos depois de sair de casa. A temperatura fria evita possíveis alterações de pressão

Calibre o estepe. Já pensou se o pneu fura e, na hora de trocar, você descobre que o estepe está murcho? Isso pode ser um problemão, sobretudo se estiver na estrada. Verifique pelo menos uma vez por mês e sempre que pegar a estrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *