Habilitada há muitos anos não podia nem pensar em dirigi,r que já tinha os péssimos sintomas da fobia, tentei aulas de reciclagem em auto escolas mas nada adiantou, na verdade numa delas me senti mais constrangida do que orientada. Quando procurei ajuda psicológica foi minha última tentativa para superar este medo, pois acreditava que realmente não era capaz, que não tinha nascido para dirigir. Mas sessão após sessão, fui começando a aceitar que também era capaz. Enfim após as sessões de terapia  e treinamento constante posso dizer que sou motorista e tenho sim meu lugar no trânsito. Agradeço o profissionalismo da psicóloga Sagriely que me orientou e me fez sentir capaz.

Maria Elisa Grein Molletta, 34 anos ,Empresária.