Sempre tive alguém para dirigir pra mim. Mesmo precisando dirigir me acomodei, porque foi a maneira que encontrei para evitar o medo de dirigir. Só em pensar em sentar no banco do motorista minhas mãos suavam, a ansiedade chegava  e eu me sentia insegura e incompetente. Chegava ao ponto de desistir e chorar. Todos me cobravam, e isso me amedrontava ainda mais. Tive forças após desistir da minha carteira de motorista por 10 anos. Procurei ajuda psicológica e encontrei a Psicotran. No começo achei que seria impossível, mas em poucas sessões já comecei a dirigir. Agora sinto a sensação de ser livre, posso ir aonde quiser. Me sinto aliviada e sou uma pessoa melhor. Hoje sou útil. Nem acredito!

Solange Gaia Varasquim, 29 anos, Comerciante.